terça-feira, 20 de setembro de 2011

Windows sem antivírus

É possível usar o Windows sem antivírus?

A resposta é... sim!

Porém apenas se você souber o que estiver fazendo, ou seja, se você for um usuário consciente e com noções sobre segurança. Faz algum tempo que eu não uso antivírus no meu PC com Windows. O motivo primeiro foi o fato de ser uma máquina modesta, onde o peso adicional que um antivírus traz não soava bem. Aliás, ainda não soa, pois você ter parte do poder de processamento do seu hardware continuamente amputado por um programa sempre ativo, que varre em tempo real tudo que acontece na máquina, mesmo em hardware potente não me agrada.

Para começar, recomendo que o Windows XP seja descartado de antemão. A partir do Vista, a Microsoft tem esforçado-se em melhorar a segurança do sistema operacional. Um dos principais recursos adicionados para atingir este fim foi a adição do UAC. ATENÇÃO: não desative o UAC! Com ele, toda vez que algum programa tenta fazer alguma modificação fora do perfil do usuário, ele pede uma confirmação. Ao contrário do que (infelizmente) acontece no ainda comum cenário do Windows XP com uma conta de usuário com privilégio administrativo, onde um malware pode fazer o que bem entender sem o usuário nem ficar sabendo, a confirmação que o UAC pede é vital. Com ela, você sabe que algo está tentando modificar o sistema.

Não é uma questão de "encheção de saco" os pedidos de confirmação do UAC. É uma saudável mudança de hábito acostumar-se com eles.

Aliás, no Windows 7, configure o UAC para comportar-se como no Vista, indo em "Painel de Controle -> Contas de Usuário -> Alterar configurações do Controle de Conta de Usuário" e deixando assim:

UAC: Sempre notificar

E obviamente não use cracks, programas piratas. Você nunca sabe o que vem dentro deles. Existem boas alternativas gratuitas para diversas áreas. Dê uma olhada em Programas gratuitos para Windows. E fique sempre alerta com golpes de engenharia social. Desconfie sempre.

Aprecie, então, o desempenho máximo do seu PC!

Nenhum comentário:

Postar um comentário