Postagens

Adeus, Neil

Imagem
Na última sexta-feira, o mundo da música foi pego de surpresa pelo anúncio do falecimento de Neil Peart, 67 anos, acontecido três dias antes (07/01/2020), baterista e letrista do Rush, vitimado por um câncer no cérebro, que tratava fazia cerca de três anos.

Como fã, fiquei triste. Rush foi uma das principais trilhas sonoras da minha adolescência. Passado aquele surto por rock, ao diversificar meu gosto, Rush continuou tendo lugar cativo nas minhas listas de reprodução. O primeiro disco que escutei foi All the World's a Stage (ao-vivo de 1976) no início do ensino médio. Logo em seguida, Exit... Stage Left (outro ao-vivo, 1981). Ambos me impressionaram demais. Gastei muitas fitas cassete escutando esses e dali para frente vários outros discos da banda enquanto ia ao colégio de ônibus.

Não vejo sentido nesses rankings de melhor baterista. Existem muitos excelentes bateristas mundo afora. Vários provavelmente mais técnicos do que o Neil. Importa é que ele estava no topo. Era reconheci…

openSUSE Leap 15.0 já era

Suporte terminou em 03/12/2019. Hora de atualizar para o 15.1!

https://lists.opensuse.org/opensuse-announce/2019-12/msg00000.html

Quem não usa repositórios de terceiros nem Btrfs, basta primeiro atualizar o sistema, reiniciando caso necessário:

# zypper up
E depois:

# sed -i 's/15.0/15.1/g' /etc/zypp/repos.d/*.repo # zypper --gpg-auto-import-keys ref # zypper dup
Reinicie e pronto. Nos demais casos, ver:

https://en.opensuse.org/SDB:System_upgrade

Atualização de BIOS Dell no Windows PE x64

Imagem
Para modelos corporativos a Dell oferece diferentes meios de atualização de BIOS. Servidores, por exemplo, têm como opção atualizadores que rodam sobre Windows x64 (modelos antigos ainda oferecem versão x86 adicionalmente), DOS e até Linux.

Já as máquinas domésticas não desfrutam da mesma facilidade. Temos apenas o executável híbrido Windows x86 e DOS. Quando não usamos Windows — e a Dell oferece modelos com Ubuntu —, ter que mudar o modo de inicialização para carregar DOS é uma chatice. Além de que, a partir do ano que vem, os fabricantes começarão a extinguir o Compatibility Support Module (CSM), seguindo os passos da Intel. Daí adeus DOS e Windows x86.

É muito mais fácil carregar um Windows PE x64, que inicializa via UEFI/Secure Boot sem briga, e rodar lá. No entanto, nele, não existe o subsistema WOW64, sendo impossível rodar executáveis x86.


Desde 2017, a Dell disponibiliza um atualizador genérico x64:

Utilitário de Flash do BIOS da Dell de 64 bits (3.3.1, A03)

Sintaxe é:

Flash64W.e…

Espaço usado em volumes NTFS

Melhor forma de saber, com precisão, o espaço usado em volumes NTFS:

fsutil volume allocationreport X: (como Administrador, substituindo X pela unidade desejada)

Suportado a partir do Windows 8.1.

Explicação (Ntdebugging Blog):
NTFS Misreports Free Space?
Ntfs Misreporting Free Space (Part 2)
NTFS Misreports Free Space (Part 3)

Opções do mkfs.xfs

Para descrição detalhada de cada recurso, olhe a página de manual mkfs.xfs(8). Tabela de compatibilidade:

kernel mkfs.xfs ≥ 2.6.23 e ≤ 3.12 -m crc=0 -n ftype=0 3.13 e 3.14 -m crc=0 -n ftype=1 3.15 -m crc=1,finobt=0 -i sparse=0 ≥ 3.16 e ≤ 4.7 -m crc=1,finobt=1 -i sparse=0 ≥ 4.8 -m crc=1,finobt=1 -i sparse=1
Cuidado ao criar XFS V4 com versões não arcaicas do mkfs.xfs. Mesmo especificando -m crc=0, -n ftype=1 é usado por padrão desde a versão 4.2.0. Tais sistemas requerem kernel 3.13 ou superior. A recomendação é sempre usar -m crc=0 -n ftype=0, que garante ampla compatibilidade, pelo menos desde o 2.6.23 — requerido por -l lazy-count=1.

Versões requeridas do mkfs.xfs:

-m crc ≥ 3.2.0 (habilitado por padrão a partir da 3.2.3) -m finobt ≥ 3.2.1 (habilitado por padrão a partir da 3.2.3) -n ftype ≥ 3.2.0 (sempre habilitado quando -m crc=1) -i sparse ≥ 4.2.0 (habilitado por padrão a partir da 4.16.0)
XFS V5 tem o UUID do sist…

Publicada especificação do exFAT

A Microsoft publicou no mês passado a especificação do sistema de arquivos exFAT, bem como prometeu adicionar as patentes relacionadas no pool da Open Invention Network. Isso permitirá a distribuição de código que implemente-o no kernel Linux.

Em 2013, de forma conturbada, a Samsung disponibilizou o driver exfat-nofuse, nunca incorporado ao kernel pelas incertezas sobre o licenciamento da tecnologia. Com o sinal verde da Microsoft, não demorou para o código entrar na árvore staging.

E já começou a ser melhorado. Pela sua importância, acredito que em poucos lançamentos passará a ser habilitado por padrão pelas distribuições — no Android, assumirá o posto no lugar do driver off-tree. Assim, o driver fuse-exfat, que roda no espaço de usuário (intrinsecamente mais lento), que é a solução usada atualmente pelas distribuições convencionais, não será mais necessário. As ferramentas exfat-utils, do mesmo autor, por outro lado, continuarão sendo usadas.

exFAT é um FAT32 sem o limite de 4 GiB p…

XFCE 4.14

Imagem
A principal novidade está no compositor Xfwm, que tem código para evitar tearing. Ao contrário da versão de desenvolvimento 4.13, OpenGL (GLX) é tentado primeiro, tendo XPresent como fallback. Funciona com drivers abertos e proprietários. Há duas formas de alterar esse comportamento: através da opção --vblank do binário xfwm4 (útil para testes em conjunto com --replace), ou com a propriedade /general/vblank_mode do mecanismo de configuração xfconf (channel xfwm4):

$ xfconf-query -c xfwm4 -p /general/vblank_mode -s xpresent
O valor pode ser glx, xpresent ou off. Por enquanto, não é exposta na guia "Compositor" de "Configurações → Ajustes do gerenciador de janelas" (xfwm4-tweaks-settings).

Depois, temos a migração para GTK+ 3. Finalmente o obsoleto GTK+ 2 não é mais requerido. Para a próxima versão do ambiente, o plano é exigir GTK+ 3 e remover todo código relacionado à versão 2.

Por fim, novo componente xfce4-screensaver foi adicionado. Tem integração ao ambiente e …

Instrução RDRAND está quebrada nos Ryzen 3ª geração

A instrução RDRAND não funciona nos AMD Ryzen 3ª geração:

AMD Ryzen 3000 series CPUs can't do Random on boot causing Boot Failure on newer Linux distributions (LinuxReviews)

No Windows, um sintoma é a impossibilidade do jogo Destiny 2 rodar.

Daí a AMD lançou AGESA 1.0.0.3ABA para resolver o problema…

AMD AGESA 1.0.0.3ABA Buggy, Company Pulls it from Motherboard Vendors (TechPowerUp)

…mas deu com os burros n'água, pois quebrou o barramento PCIe. 🤦‍♂️ De volta à prancheta, trabalha na versão 1.0.0.3ABB:

AMD Readies AGESA ComboAM4 1.0.0.3ABB, Addresses Several Issues Affecting 3rd Gen Ryzen (TechPowerUp)
Community Update #5: Let’s Talk Clocks, Voltages, and Destiny 2 (AMD Community)

Do último link:

A more comprehensive fix will be deployed in BIOS updates for Socket AM4 motherboards in order to address other software affected by the same underlying issue. Motherboard BIOSes based on AGESA 1003ABB will contain this update.

Agora vai! 👀

Falha na atualização para Windows 10 1903 por causa do driver Intel RST

Imagem
Falha ao atualizar Windows 10 1803 (10.0.17134.885) para o 1903 usando o Windows Update:


Reclama do driver Intel Rapid Storage Technology (RST). Aponta para o link:

https://go.microsoft.com/fwlink/?LinkId=2099562

Mesmo depois de atualizar o driver 15.2.7.1042 existente para o 15.9.6.1044 (versão desatualizada oferecida seguindo o link da Microsoft) e depois 17.5.1.1021 (última versão no momento) através do gerenciador de dispositivos (f6flpy-x64.zip) e através do instalador (SetupRST.exe), continuava empacando. 😡

Vamos limpar a driver store para começar…


Nesta instalação, oem20.inf é a versão 15.2.7.1042 e oem52.inf é a 15.9.6.1044. Depois de conferir com pnputil /enum-drivers por garantia, foram embora:

> pnputil /delete-driver oem20.inf Utilitário PnP da Microsoft Pacote de drivers excluído com êxito. > pnputil /delete-driver oem52.inf Utilitário PnP da Microsoft Pacote de drivers excluído com êxito.
Mesmo assim, nada de atualizar!

Recorremos ao Autoruns

Olha o camarada a…

Vamos deixar o Windows 7 morrer em paz

Imagem
Vamos deixar o Windows 7 morrer em paz (Fórum Clube do Hardware)