sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

O futuro da internet é sem plugins

Java, Flash, Silverlight, ..., o que vocês merecem é o implacável ataque do Jinjonator!

Oracle is finally killing the Java browser plug-in (ExtremeTech)

A Oracle diz que, após o Java 9, matará seu plugin para os navegadores. Finalmente! Lugar para tais códigos não existe na internet moderna. Java e Flash, citando apenas os principais, são constantes fontes de insegurança e instabilidade dentro dos navegadores.

Na recente compilação 64-bit do Firefox para Windows, a Mozilla usa uma lista branca que apenas libera dois plugins: Flash e Silverlight. E é temporário: já avisaram que daqui cerca de um ano não terão mais piedade. A versão 32-bit, por outro lado, continuará suportando os plugins, pelo menos por enquanto.

Este é um esforço cujo início deu-se no Chrome. Sites que dependem de tais tecnologias obsoletas devem tomar vergonha e usar recursos nativos dos navegadores. Um caso de uso principal, contudo, não foi coberto ainda: acesso a dispositivos USB, como leitores de cartões e tokens criptográficos. Atualmente, são usados applets Java para isso. Está sendo desenvolvida uma especificação para tal fim: WebUSB API.

Apesar de ser rascunho, aos poucos é implementada no Chromium. No Firefox, ainda está na fase de discussão.

Depois que os navegadores concordarem numa API padronizada e resolverem a questão da segurança, que é um desafio e tanto, o último reduto do Java nos navegadores será demolido. No entanto, já antevejo os bancos e serviços do governo demorando anos até adaptarem-se por aqui... ☹

2 comentários:

  1. Fala, Marcos. Beleza?

    Lá no meu setor inventaram um sistema de cadastro de documentos para substituir a rotina de recebimento por e-mail que ***... aquela coisa é escrito em Java, lento à beça. E o pior é que às vezes falha no Chrome, então tenho que abrir no IE, o único browser que o sistema funciona sem falhas.

    Por que esses aplicativos específicos que rodam em navegador são programados em Java? Não tem como criar a aplicação sem ser emulada?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sistemas web são escritos em linguagens de alto nível, como PHP, ASP.NET, Java. Esses sistemas são executados no servidor e, idealmente, entregam ao cliente puro HTML/CSS/JS/etc. Porém tem código rodando lá no servidor que assume que os navegadores ainda estão na década de 90 e implementam em applets Java o que muito bem poderia ser servido aos clientes em HTML, usando AJAX no caso de sistemas mais elaborados.

      Note que não estou advogando pelo fim completo do Java. O que precisa morrer é o plugin para os navegadores. Java (a linguagem) e suas implementações "server side" ou locais podem continuar. ;-)

      Excluir