domingo, 5 de abril de 2015

Mais um para a coleção (III)

Windows Vista. Até que eu gostava dele. Só não me agradava a constante atividade de disco. Desativando a restauração do sistema (que desativava também as cópias de sombra se não me engano) melhorava. O Superfetch era outro que influenciava, ainda não havia sido ajustado como no Windows 7 e superiores. Fora isso, nada a reclamar. Um sistema muitíssimo melhor do que o XP. O cuidado era usar pelo menos o SP1 (hoje o SP2 é obrigatório para receber atualizações do Windows Update) e ter hardware suficiente. A versão RTM tinha bugs horríveis.

Não era tão ruim assim não...

5 comentários:

  1. Eu tive um Windows Vista Business original! :p Na minha opinião foi um sistema bastante injustiçado, principalmente por requerer muito hardware para quando foi lançado (isso foi em janeiro de 2007, então o que tínhamos de melhor era Athlon 64 K8 e P4 Cedar Mill). O Superfetch na minha opinião era um recurso a frente do seu tempo nos desktops, ainda mais pois nesta época tínhamos discos rígidos considerados lentos para os padrões atuais. Ele buscava aproveitar ao máximo a RAM ao cachear as aplicações mais usadas, coisa que hoje até mesmo um SO mobile como o Android faz.

    Claro que boa parte da culpa da sua má fama é da própria Microsoft, que lançou o sistema sem o polimento necessário (o que só viria com o SP2), sem uma maior divulgação dos seus recursos avançados e formas claras (e automatizadas) de desabilitá-los quando desejado. O que já ouvi de "especialistas" dizerem que o Vista não presta porque "fica acessando o HD sem parar" não está no gibi...

    No mais, concordo que o Vista é bem melhor do que o XP.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é. Nunca mais usei desde quando troquei-o pelo Windows 7 no meu antigo (já não mais comigo) Inspiron 1525. Não duvido que se pegarmos uma máquina atual, o Vista rode liso. Talvez exista o trabalho de achar drivers. Mas seria só como passatempo mesmo, pois Windows 7 e 8 são melhores. :-)

      A falta de polimento ajudou muito a acabar com a reputação dele. Se tivesse sido lançado no nível de maturidade do SP1 teria tido mais chance de vingar.

      Excluir
    2. Houve também outra coisa que ajudou a acabar com a reputação do Vista: o vaporware. Lembra do famoso WinFS que até hoje não deu as caras?

      No mais é plenamente possível usar o Vista SP2 em um hardware moderno, desde que não tenha um SSD: o sistema não suporta o comando TRIM, cuja falta pode abreviar bastante a vida útil do dispositivo.

      Excluir
    3. O Vista 32 bits era meio ruinzinho e até instável, pelo menos eu não tenho boas lembranças dessa versão. Agora, a versão 64 foi matadora. Uma vez com os SPs instalados nem lembrava a versão beta que vinha na mídia. Pô, não dá para chamar o software que vinha na mídia de RTM.

      O Vista foi lançado na hora errada. Infelizmente.

      Excluir
    4. Instalei o Vista Business x64 SP2 aqui noutro dia, imagem oficial mais recente. Depois de feitas as atualizações, drivers e alguns tweaks básicos ele está tão veloz e estável quanto um Windows mais recente.

      O problema é que as pessoas não querem se virar para ele com um olhar mais analítico e menos acusador, o que marcou foi a má impressão de um fracassado sistema operacional, infelizmente.

      Mas a MS realmente não avacalhou quem o comprou, o trabalho massivo para deixá-lo decente ao nível de desempenho e estabilidade do Windows 7 foi muito bem feito.

      Excluir