sábado, 23 de fevereiro de 2013

Meus dumbphones

Em era de smartphones, estou aqui na resistência. Antes do 2600, nem lembro os modelos que tive...

Nokia 2600

Pé-de-boi. Caiu no chão umas quinhentas vezes e nunca refugou serviço.

Nokia 5310 XpressMusic

Quando comprei-o lá por volta de 2008 o que mais pesou na escolha foi a saída de fone de ouvido com pulgue de 3,5 mm para substituir meu MP3 Player (haha) SanDisk Sansa C100, que havia morrido. Na época, saída de 3,5 mm não era comum como é hoje. Um celular estiloso, pequeno e leve. A câmera, contudo, era muito ruim e extremamente lenta para processar e salvar as imagens.

Nokia C3

No começo do ano passado, a bateria do 5310 já tinha ido para o espaço. Os Asha recém tinham sido lançados. Preferi o C3, um pouco mais antigo. Teclado QWERTY. Qualidade de som muito boa. Câmera bem melhor que a do 5310. Não é uma qualidade de imagem para substituir uma câmera digital, mas dá para quebrar o galho para fotografias "rápidas". A gravação de vídeo é fraquinha (320x240, 15fps, MPEG-4 SP), porém ao menos funcional quando comparada com o 5310, que gerava vídeos imprestáveis a 176x144. Possui WiFi.

Entre os três navegadores, o Ovi Browser (que passa a ser Nokia Xpress depois de atualizado) é o melhorzinho. O navegador nativo é rápido, mas em qualquer página um pouquinho maior engasga com "Memória cheia". Entre o Opera Mini e o Nokia Xpress prefiro o último.

Nenhum comentário:

Postar um comentário