quarta-feira, 4 de abril de 2012

Instalação mínima do Fedora 17 usa NM para gerenciar a rede

A partir do Fedora 17 o NetworkManager é usado nas instalações mínimas em modo texto para gerenciar as conexões de rede. Até a versão 16, a instalação mínima usava os scripts do pacote initscripts. Ao que parece o obsoleto serviço SysV /etc/rc.d/init.d/network (desabilitado por padrão nessa altura) está com os dias contados no Fedora.

As tradicionais configurações dos arquivos ifcg-<interface> presentes na pasta /etc/sysconfig/network-scripts são obedecidas pelo NM. Os arquivos podem ser customizados de forma simples com a ferramenta de modo texto system-config-network-tui, como antes.

Depois de configurar os endereços, aplique as mudanças reiniciando o NM: systemctl restart NetworkManager.service (a ferramenta de linha de comando nmcli não precisei usar ainda).

O NM torna a inicialização da rede mais robusta, pois não passa pelos shell scripts, e mais rápida, pois os comandos que os antigos scripts executavam eram síncronos e podiam retardar o processo no caso de algum timeout ou algo do tipo. Com o NM a rede é paralelizada pelo systemd e mais coisa pode iniciar ao mesmo tempo durante o boot.

Nenhum comentário:

Postar um comentário