segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Primeiro contato com o Debian 8

# hostnamectl
   Static hostname: debian
         Icon name: computer-vm
           Chassis: vm
        Machine ID: xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
           Boot ID: xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
    Virtualization: oracle
  Operating System: Debian GNU/Linux 8 (jessie)
            Kernel: Linux 3.16.0-4-amd64
      Architecture: x86-64

# systemctl --version
systemd 215
+PAM +AUDIT +SELINUX +IMA +SYSVINIT +LIBCRYPTSETUP +GCRYPT +ACL +XZ -SECCOMP -APPARMOR

# ls -l /sbin/init
lrwxrwxrwx 1 root root 20 Jan 21 10:31 /sbin/init -> /lib/systemd/systemd

# getent --version
getent (Debian GLIBC 2.19-13) 2.19
Copyright (C) 2014 Free Software Foundation, Inc.
Este é um software free; leia os fontes para condicões de cópia. Não existe
garantia; nem para comércio ou adequacão para propóstios particulares.
Escrito por Thorsten Kukuk.

# fdisk --version
fdisk de util-linux 2.25.2

# ln --version
ln (GNU coreutils) 8.23
Copyright (C) 2014 Free Software Foundation, Inc.
Licença GPLv3+: GNU GPL versão 3 ou posterior <http://gnu.org/licenses/gpl.html>
Este é um software livre: você é livre para alterá-lo e redistribuí-lo.
NÃO HÁ GARANTIA, na máxima extensão permitida pela lei.

Escrito por Mike Parker e David MacKenzie.

Um sistema bem mais atualizado que o Wheezy. Com um init poderoso agora.

Usada mídia daily de instalação via rede. Tudo tranquilo. Só o d-i esqueceu de instalar o D-Bus (o daemon), que é requerido pelo systemd (até o kdbus ficar pronto). Milagrosamente o sistema iniciou e pude recorrer a um apt-get install dbus ; reboot.

Me sinto quase em casa. Estou enferrujado no /etc/network/interfaces. Acho melhor mudar para o NM de uma vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário