quarta-feira, 2 de maio de 2012

Novo brinquedo

Toshiba Thrive AT105. Tela 10.1", 16GB, Tegra 2, Android 3.2.1 + bloatware de brinde. Parece que a Toshiba o atualizará para o ICS mês que vem.




Ele tem três diferenciais: porta USB, slot SD tamanho normal, bateria removível. O resto segue o padrão dos demais tablets da categoria.

Usando faz alguns dias. Muito bom para ler. Não muito bom para o resto. :-|

Fico impressionado com o hype que a mídia especializada gosta de propagar sobre os smartphones e tablets serem a morte do PC. O Thrive me tem sido um eReader. De resto, um brinquedinho (carinho, made in BestBuy). Quando quero fazer qualquer outra coisa, ligo o "obsoleto" PCzão de guerra, beeeem mais confortável para tudo, ou o notebook, não tão móvel como o Thrive, mas que me permite fazer uma tonelada de outras coisas com muito mais rapidez e praticidade. Boa sorte digitando um texto não-Twitteriano numa tela touch screen sem errar 789179293 caracteres por linha.

Pessoal mais familiarizado com o Android, algumas dúvidas.

Existe algum aplicativo que permita montar um compartilhamento Windows e que o ponto de montagem fique disponível para as aplicações de forma transparente? Instalei o AndSMB, mas ele apenas permite copiar os dados para o tablet (e o inverso). Quero para assistir os vídeos e escutar as músicas que estão no meu PC diretamente pela rede wifi.

Um mount -t cifs deveria funcionar se o módulo estivesse presente no kernel. Mas o aparelho não vem com acesso à conta root e eu não estou com paciência (nem coragem...) para começar a me informar sobre ROMs alternativas.

Esse tablet é americano e, apesar de ser possível mudar a língua do Android para o português (de Portugal...), o teclado não tem no padrão brasileiro. Li que é coisa do Android HC e a solução são outros aplicativos de teclados. O noob aqui agradecerá uma dica para um teclado com ç e acentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário