quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Dicas para configurar a SoundBlaster Live! 5.1 no Linux

Algumas opções do mixer configuradas pelo ALSA não são ideais. Post feito sobre o Fedora 15 + SB0220.

Primeiramente, o PulseAudio não expõe em sua interface o controle de tonalidade que existe no hardware.

Rode (como usuário normal):

$ alsamixer -c 0

-c 0 é necessário, do contrário, o alsamixer mostrará o controle de volume virtual provido pelo PulseAudio.


Nessa primeira imagem, para habilitar o controle de tonalidade, retire o mudo de "Tone" selecionando-o e clicando na letra M. Depois ajuste os sliders "Bass" e "Treble" de acordo com a sua preferência.



Usando a seta para direita, tire o mudo de "Mic Boos" e coloque o volume de "AC97" no mínimo. A primeira serve para ativar o ganho adicional da entrada de microfone, que é importante para não ficar com nível muito baixo. A segunda, impede que você escute o que está falando no microfone, o que é obrigatório ao usar programas como o Skype para evitar ecos da sua própria voz.

Agora vamos ao controle dos dispositivos de captura. Você pode alternar para eles clicando em F4 na tela do alsamixer, ou chamá-lo novamente com:

$ alsamixer -c 0 -V capture


Na imagem, uso o microfone ("Mic") como dispositivo de captura -- pode mudar com a barra de espaço. Esta configuração é mesma que o PulseAudio faz quando você usa a ferramenta do Gnome ("Som -> Entrada -> Conector"). Ao ajustar o volume de captura através do controle do Gnome, o PulseAudio atua sobre o volume do slider "Capture". "AC97" deixo no máximo, pois se estiver mudo, áudio nenhum é capturado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário