domingo, 15 de maio de 2016

Desativando o Windows Defender no 10

Atualizei para o 10 minha última máquina que ainda rodava o Windows 7. Fora a mão de obra de fazer uma instalação limpa depois de ganhar a licença grátis, não enfrentei surpresas. Nesta compilação 10586 (versão 1511, vulgo Threshold 2), o 10 está bem razoável. Só pelo Windows Update menos lento vale o upgrade. E, falemos a verdade, o 7 está aos poucos virando um cacareco. Era hora de aproveitar a oferta, visto que a boca livre termina no final de julho.

Entrave foi o Windows Defender, que é o Microsoft Security Essentials embutido no sistema a partir do 8. Há pencas de tutoriais pela internet explicando como desativá-lo. Quem tem o 10 Pro ou Enterprise, pode fazê-lo via GPO, que é o meio mais garantido, pois nem manualmente é possível ativá-lo usando a interface do programa depois.

Sempre citam:

Configuração do Computador → Modelos Administrativos → Componentes do Windows → Windows Defender
    Desativar Windows Defender (Habilitado)

Acontece que não existe no Threshold 2! Correto é:

Configuração do Computador → Modelos Administrativos → Componentes do Windows → Endpoint Protection
    Desativar Endpoint Protection (Habilitado)

Marcos, para que isso? Ao instalarmos outros antivírus eles geralmente não desativam o Defender automaticamente? Sim. É que não uso antivírus. Não sou adepto do óleo de cobra. As unidades de execução do meu processador agradecem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário