quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Finalmente, Google

YouTube now defaults to HTML5 <video> (YouTube Engineering and Developers Blog)

Flash é tecnologia do passado que está demorando demais para ser aposentada. Com a decisão, o Google enfim faz algo concreto desde o anúncio do formato WebM. No Firefox funcionará da versão 36 para cima.

Lembrando que a Mozilla já jogou a toalha. H.264 é suportado. De uns tempos para cá, o (de)codificador grátis* da Cisco é usado para WebRTC, enquanto as APIs do sistema operacional (DirectShow, Media Foundation, GStreamer, Stagefright) são usadas para as tags <audio> e <video> com codecs não suportados nativamente pelo navegador.

* Apesar de ter código aberto (BSD), não é livre, pois 1) implementa uma especificação coberta por patentes e 2) a licença não permite incorporá-lo diretamente em outros programas. Essa problemática está afetando as distribuições Linux como esperado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário