sábado, 24 de janeiro de 2015

Ainda demorará para ser possível derrotar o crapware

Sorry, Satya: No One Will Ever Love Windows Until You Fix This Problem (Thurrott.com)

Sim, Paul, seria muito bom a Microsoft proibir os fabricantes de entupirem as instalações do Windows de seus PCs com lixo de fábrica. Na mão de leigos, não durariam, contudo, cinco minutos limpas. Não resolveria.

Houve tempos piores quando falamos de crapware oficial dos fabricantes. HP e Acer, é verdade, ainda abusam um pouco, mas tenho que parabenizar a Dell, que diminuiu muito o esgoto enviado aos seus clientes. Tirando o McAfee, existem poucas surpresas desagradáveis numa máquina nova da marca.

Por mais asseado que você entregue o Windows, em pouco tempo ficará assim na mão do João e da Maria:

Here’s What Happens When You Install the Top 10 Download.com Apps (How-To Geek)

E adicionemos na lista de porcarias o nefasto rootkit G-Buster, nosso velho conhecido por estas bandas.

Enquanto o ecosistema Modern não tiver aplicativos de qualidade igual ou superior aos equivalentes Win32 e a interface seja atrativa nos desktops (o Windows 10 é um grande passo nesta parte), será impossível derrotar o crapware*. Aplicativos Modern, by design, não podem pintar e bordar com o sistema operacional, com outros aplicativos ou com os dados do usuário. Quando chegar esse dia, será preciso também uma forma de bloquear por completo a instalação de programas Win32. Será a celularização do PC. Não me apetece. Não acho, entretanto, que exista alternativa quando tratar-se de leigos. Já imaginaram se em todos os smartphones o usuário tivesse o mesmo poder de uma conta administrativa do Windows?

* Antes de tudo, a Microsoft precisa limpar sua loja, senão trocaremos crapware por crapware. Pelo menos o da loja é confinado e não faz estragos no sistema. No final das contas pode ser uma vantagem assim mesmo.

2 comentários:

  1. Só de ler aquele artigo do How-To sobre os 10 mais populares do download.com me deu um frio na barriga!

    ResponderExcluir