segunda-feira, 23 de julho de 2012

A dura vida de quem quer importar um Raspberry Pi

A dura vida de quem quer importar um Raspberry Pi (BR-Linux)

Lamentável.

São casos e casos da estupidez desta legislação tributária que apenas serve para atrasar o país e restringir, quando não impedir, o acesso do brasileiro à tecnologia. O efeito prático é que ficamos reféns de refugo "nacional". A desculpa oficial é sempre o mantra do "proteger a indústria nacional". É, acredito. Se o Raspberry Pi fosse montado no país, alguém acredita que custaria um preço justo? Que nada! Custaria mais ainda do que é pago hoje com o absurdo imposto de importação! E não só o imposto é absurdo, mas também a forma como ele é aplicado (imposto sobre imposto).

No caso do Raspberry Pi é cruel porque trata-se de hardware acessível (em países civilizados) e fantástico para estudantes, autodidatas, etc. Este tipo de eletrônico é como se fosse um livro, pois tem efeito similar de proporcionar meios para criação de conhecimento!

Nos resta esperar alguém montar o treco aqui para sair daí não R$ 350 como custa hoje via importação (absurdo dos absurdos), mas quem sabe uns R$ 600... kkkk. Ou o governo lançar um "pacote de bondades" que durará alguns meses para deixar o preço menos pornográfico (porém ainda tenebroso).

Agora em época de eleição quando lembro dessas coisas me ataca o estômago.

Um comentário: