quinta-feira, 31 de maio de 2012

Fedora 18 dará boot via Secure Boot

Implementing UEFI Secure Boot in Fedora (Matthew Garrett blog)

Aprecio o esforço e trabalho que Matthew e seu empregador, a Red Hat, estão colocando sobre o suporte aos firmwares UEFI e o Secure Boot no Linux. Ter um Fedora capaz de funcionar com este recurso será um diferencial.

Porém o fato de você (ou a Red Hat, ou quem for) ter que pagar 99 doletas da a Microsoft lhe permitir assinar seu software não cheira bem. Não seria possível ter algum tipo de entidade sem fins lucrativos para este fim?

Máquinas com CPUs x86 obrigatoriamente terão opção no firmware para desativar o recurso. Mas se você quiser usar Secure Boot com Linux, invariavelmente em algum momento alguém pagará 99 doletas (pagamento único) para Microsoft para isso ser possível. Para a Red Hat um único pagamento de 99 dólares para assinar o bootloader do Fedora não é nada. Não é o valor em si o problema. É a "taxa Microsoft".

Como Matthew comenta, a solução poderia ser melhor, ou poderia ser muito pior também. Veremos no que dará.

Atualização: os trocados vão para a Verisign ao invés da Microsoft. Hummm. Muda muito, muito pouco...

Nenhum comentário:

Postar um comentário