sábado, 4 de fevereiro de 2012

Entrando na era dos SSDs

Pronto, comprei um OCZ Agility 3 60GB na WAZ. R$ 350 incluindo frete com pagamento por boleto.

É um SSD com o controlador SandForce SF-2281 e memória flash MLC assíncrona. Fiquei em dúvida se valeria a pena ou não pagar um pouco mais pela memória flash síncrona do OCZ Vortex 3 ou do Corsair Force GT, que em teoria melhora o desempenho com dados pouco comprimíveis, com os quais o controlador SandForce não consegue fazer o "milagre da multiplicação" de compactar/descompactar em tempo real o que se grava e lê no drive. Olhando alguns banchmarks a diferença não me pareceu muito grande (inesperadamente o Agility 3 é até mais rápido que o Force GT em alguns testes) e como o orçamento já estava estourado fiquei com o mais barato. Não é um modelo top, mas para quem vem dos HDs e chega na ilha dos SSDs pela primeira vez é uma diferença da água para o vinho no desempenho -- e torço para que na estabilidade e durabilidade também... :-|

A atual geração de SSDs tem implementações bem melhores do comando ATA TRIM quando comparamos com modelos de dois, três anos atrás. Pelo que tenho lido aquele problema deles ficarem lentos com o tempo acabou, basta que seu sistema operacional suporte TRIM, o que no mundo do Windows para desktops e estações de trabalho se resume a apenas um nome no momento: Windows 7.

Certo medo tive em relação aos problemas de travamentos no Windows que os SSDs que usam a família SF-2200 apresentaram logo que os primeiros modelos apareceram. A SandForce desenvolve o firmware de referência, que todos os fabricantes usam (fazendo adaptações) em seus produtos. Em outubro do ano passado, ela disponibilizou uma atualização que prometia consertar o problema e que foi rapidamente incorporada por todas as marcas. Ao que tudo indica consertou segundo relatos postados fóruns afora.

O meu veio com o firmware corrigido (2.15) de fábrica. Caso não seja o seu caso, olhe o post O Parted Magic da OCZ que nele estão os links da OCZ com as instruções.

Vamos agora configurar o Windows 7.

INSTALAÇÃO (Atualização - 05/02/2012)

Na instalação, dois cuidados: coloque o controlador SATA no modo a AHCI e use uma ferramenta de particionamento que alinhe as partições corretamente. Se você usar o particionador do instalador do Windows 7, estará tudo certo.

MOVENDO O PERFIL

Além da questão do espaço, para maximizar a vida útil do SSD é recomendável usar um HD como dispositivo de armazenamento secundário e deixar o SSD apenas para o sistema operacional e programas. A dificuldade é que o Windows coloca os perfis dos usuários dentro do volume C na pasta "Users". No Windows Explorer, se você ir em "Propriedades -> Local" das pastas "Documentos", "Músicas", etc, pode redirecionar cada uma delas para outro local, porém não resolve por completo, porque as pastas usadas para armazenar configurações e dados de aplicativos e arquivos temporarários continuam no SSD. E isso é um problema. Só o cache dos navegadores de internet consumirão uma quantia considerável dos ciclos de leitura/escrita do seu novo e caro SSD.

Siga o post: Como mover os perfis de usuário para outro local no Windows 7

Depois de mover o perfil, todos os seus aplicativos passarão a usar o HD transparentemente.

PAGEFILE.SYS

Da mesma forma que no Linux, a necessidade de swap no Windows é questionável com bastante memória. Eu não quero comprar briga se você gosta dela, entretanto. Pelo menos tire-a da unidade do SSD para salvar mais ciclos de leitura/escrita. Coloque o arquivo de swap na unidade do HD. Apesar do HD ser mais lento que o SSD, lembre que no momento que você precisar de swap, quer dizer o desempenho da sua máquina já foi comprometido, não importa qual tecnologia está por baixo da unidade de armazenamento, afinal nem mesmo o mais rápido SSD do mundo chega perto da taxa de transferência que tecnologias atuais de memória RAM atingem. Quando sua máquina estiver realmente usando swap é sinal que você precisa comprar mais memória.

Não explicarei passo-a-passo pois é um procedimento fácil e a internet está cheia de tutoriais.

HIBERFIL.SYS

Outro arquivo presente na raiz da unidade C que pode comer ciclos de leitura/escrita é o hiberfil.sys, que o Windows usa para hibernar. Particularmente não uso hibernação e desativo com:

powercfg -h off

DRIVERS (Atualização - 15/02/2012)

Para melhor desempenho, instale os drivers do controlador SATA do seu chipset.

Intel: Intel Rapid Storage Technology
AMD: AMD Chipset Drivers
nVidia: NVIDIA Driver Downloads

IMPRESSÕES

Inicialização bem mais rápida. Abertura quase instantânea dos programas. O que mais me chamou a atenção, contudo, foi a velocidade de gravação comparada ao HD. Instalar programas no SSD é muito rápido.

A minha configuração está no post Quem precisa de uma máquina top? e sem antivírus digo que a máquina ficou um foguete rodando o Windows 7 Professional x64.

IMAGENS




LINKS

Suporte ao comando ATA TRIM no Linux
NTFS: novidades no Windows 8
Complemento sobre o suporte a SSDs (e HDs com setores físicos de 4KiB) no Linux
TRIM e XFS...
SandForce Driven: Seven SSDs on SF-2281 Controller (X-bit labs)
Corsair Force GT Series 240 GB and Corsair Force 3 Series 240 GB Solid State Drives Review (X-bit labs)
A quick look at OCZ's 2.15 SSD firmware (The Tech Report)

Nenhum comentário:

Postar um comentário