quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Pacote de codecs 64-bit

Até agora o CCCP não tem uma versão 64-bit. Seus desevolvedores são bem ácidos quando perguntados do porquê. Respondem que simplesmente não é necessário e ainda faltam componentes 64-bit.

"Componentes", no plural, era antigamente, quando além do ffdshow e do Haali, eram usados o CoreWavPack, CoreVorbis, Gabest FLV Splitter (são os que lembro de cabeça). Com o advento do LAV Filters, a tendência é que ele substituia todos os splitters existentes (na versão 2011-11-11, aposentou o CoreWavPack e o Gabest FLV Splitter), com um código limpo, que usa as bibliotecas do FFmpeg, como comentado aqui. A decodificação fica a cargo do ffdshow, que compila para 64-bit faz tempo.

O LAV Splitter existe em versão 32 e 64-bit. Olhando os componentes utilizados no CCCP 2011-11-11, a única coisa que ainda impede uma versão 64-bit é o VSFilter (DirectVobSub), que renderiza as legendas. Neste tópico do fórum do CCCP é comentado o assunto. Em resumo, o VSFilter é um código com problemas que precisa de um substituto moderno (e com versão 64-bit).

O tópico no Doom9 sobre o LAV Filters é uma excelente leitura, onde você pode acompanhar o rápido desenvolvimento deste software. Nevcairiel (Hendrik Leppkes), obrigado pelo seu trabalho! Idem para Haruhiko Yamagata do ffdshow tryouts, pelo trabalho que tem feito no renderizador de legendas e no suporte a YUV 10-bit.

2 comentários:

  1. Poderiam matar do DirectVobSub de vez, aquilo é uma grande gambiarra que foi crescendo com o tempo graças aos hacks não-mas-que-acabaram-oficiais (lembra o X.org, não ;) ?) e migrar para o libass logo. Precisa de algum código ainda para fazer ele funcionar melhor no Win32 (como por exemplo, o fontconfig), mas se resolvessem isso seria perfeito. Fora que o libass é muito mais rápido que o DirectVobSub.

    Com o Aegisub do Windows usando o libass também ao invés do DirectVobSub acho que uma hora chegaremos lá.

    ResponderExcluir
  2. Exato. A libass está aí. Deve ser questão de tempo para aparecer algo novo. E tem o ffdshow com seu renderizador, que o Haruhiko está melhorando um pouco (aka deixando menos pior).

    ResponderExcluir