sábado, 15 de outubro de 2011

Zero Linux 1.7

Download: http://sabugo.net76.net/zero.htm

- Kernel 3.0.4
- dc3dd 7.1.614
- GRUB4DOS 0.4.5b-2011-10-09
- Busybox: cttyhack, tty
- Kernel: cpufreq (ondemand por padrão); portas seriais; compilado para i486
- /etc/inittab adaptado para suportar console em portas seriais, adicionada opção de boot
- Adicionados dmidecode e flashrom

Kernel compilado para i486, para rodar em cacarecos como os K6-2. Escalonamento de frequência habilitado e configurado em ondemand por padrão -- processadores com SpeedStep, PowerNow!, Cool'n'Quiet, trabalham mais frios. Suporte para portas seriais habilitado.

Para ter console via porta serial, o cttyhack foi habilitado no BusyBox e o inittab modificado. Assim, quando usadas as opções de boot normais, o primeiro console será um terminal virtual (tty1), da mesma forma que antes. Quando usada a opção de boot "console serial", o cttyhack passa o primeiro console para ttyS0. Ainda assim, localmente, você consegue ativar o segundo console com Alt+F2.

Console serial

Por fim, adicionados o dmidecode e o flashrom. O Zero Linux me tem sido útil para testar o flashrom, pois é muito leve, a ponto de inicializar num K6-2 com 32MB de RAM. O kernel está com FAT e USB habilitados, de forma que você pode usar um pendrive formatado em FAT para ler/salvar arquivos com BIOS. Nota: as portas USB da M598LMR funcionaram normalmente. :-)

Para montar um pendrive, começe rodando o blkid.

# blkid
/dev/sdb1: LABEL="DOS" UUID="XXXX-XXXX" TYPE="vfat"

Depois, monte por dispositivo ou rótulo (label):

# mount /dev/sdb1 /mnt
ou
# mount LABEL=DOS /mnt

Antes de remover o pendrive, desmonte-o:

# umount /mnt

Observação: o blkid está apenas com suporte para FAT habilitado (seguindo o kernel). Outros sistemas de arquivos não são listados.

Ah, e uma mudança que esqueci de comentar antes é que agora o script 'zera' apaga 300MiB ao invés de 10MiB. Não custa nada dar mais uma apagadinha...

Nenhum comentário:

Postar um comentário