quinta-feira, 22 de setembro de 2011

WD Caviar Green de 3TB e a carga de legado dos PCs

Me deparei com um notícia no The Tech Report (Caviar Green hits 3TB mark), que fala sobre o novo modelo da Western Digital, o primeiro HD interno a atingir a marca de 3TB: 4 discos de 750GB, setores físicos de 4KiB (Advanced Format), buffer de 64MB e SATA-600.

Porém a marca dos 3TB não foi o que me impressionou, mas sim a problemática que o ecosistema dos PCs hoje tem para funcionar com um HD desta capacidade. Por causa do BIOS e do particionamento por MBR, o limite de endereçamento usando tais tecnologias é de 2,19TB. Para reconhecer a capacidade total, é necessário usar o particionamento GPT, que não é suportado pelos BIOS, nem pelo Windows XP 32-bit. A notícia diz que é preciso usar uma placa-mãe que tenha firmware UEFI, o que restringe mais a lista dos Windows suportados, visto que só as versões 64-bit do Windows XP/Vista/7 suportam UEFI. Porém eu não tenho certeza se está correto. Em teoria, um BIOS conseguiria dar boot num disco GPT por causa da protective MBR, uma camada de compatibilidade do particionamento GPT que coloca um MBR simulando uma única partição nos primeiros 512 bytes do disco para evitar que SOs que não lidem com o novo particionamento considerem-o inválido.

Porém exisite mais um problema, que são os inúmeros BIOS bugados da praça, que nessa situação ignoram a protective MBR e nem dão chance aos bootloaders capazes de funcionar com o particionamento GPT rodarem, como dito pelo desenvolvedor do Syslinux, H. Peter Anvin: http://article.gmane.org/gmane.comp.gnu.parted.devel/3440

Para contornar a situação, a Western Digital está fornecendo junto com o HD uma placa controladora SATA externa PCI-E HighPoint RocketRAID 62X. A placa controladora tem um BIOS próprio, que fica sendo o responsável por reconhecer a capacidade total e carregar o bootloader.

ATUALIZAÇÃO

A seguinte página da Hitachi esclarece um pouco a situação a respeito da limitação dos 2TB:

http://www.hitachigst.com/internal-drives/above-2tb/

Resumindo, nos Windows, para usar um HD maior que 2TB como disco de boot do sistema operacional, você precisa: Windows Vista/7 64-bit e placa-mãe com "BIOS" UEFI.

Para usar como um disco secundário, que não bootará um SO, então precisa de qualquer Windows Vista/7 (32 ou 64-bit) e a placa-mãe pode usar um BIOS convencional, não-UEFI.

Windows XP não funciona em nenhum dos dois casos. Aqui vemos o que dez anos nas costas faz com um SO...

Linux e Mac OS X, segundo eles, não são afetados pela questão do BIOS. Sendo que neles basta usar o particionamento GPT.

O Hitachi Deskstar 7K3000 gira a 7200rpm. É o primeiro 3TB a chegar nessa velocidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário